Fapitec/SE participa do 62º Fórum Nacional do Confap em Brasília

Encontro discutiu temas prioritários da política tecnológica e científica em âmbito nacional

Na última semana, a Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE) participou do 62º Fórum Nacional do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), por meio da presença da diretora técnica da Fapitec, Carla Xavier, do assessor de planejamento, Wagner Gama e do procurador, Armando Guimarães. O encontro sediado no prédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em Brasília (DF), reuniu representantes e presidentes de fundações estaduais de todas as regiões do país e promoveu o diálogo entre entidades e agências de fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) federais e internacionais acerca de temas prioritários da política tecnológica e científica em âmbito nacional. O fórum foi realizado entre os dias 12 e 14 de dezembro. 

Para a diretora técnica da Fapitec/SE, Carla Xavier, a presença da instituição em um evento de dimensão nacional foi importante para o estabelecimento de parcerias. “Para nós, enquanto fundação, é de extrema importância atentarmos para a agenda nacional da inovação tecnológica e científica, além de mantermos um contato direto com as demais instituições que operam esse cenário no Brasil ”, pontuou. 

Na oportunidade, também foram pautadas iniciativas como a Amazônia+10, que é um projeto do Confap, do Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência Tecnologia e Inovação (Consecti) em parceria com o CNPq, que objetiva apoiar a pesquisa e a inovação tecnológica na Amazônia Legal, além da discussão do Programa Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS), que no ano de 2023 completa 20 anos de criação, e durante o evento foi anunciado que no primeiro semestre de 2024 será realizado o lançamento da oitava chamada do PPSUS, com rapasse financeiro de R$ 160 milhões. 

Para o presidente do Confap, Odir Dellagostin, o encontro entre os representantes das fundações de apoio à pesquisa é positivo para o estreitamento das relações entre os órgãos. “Precisamos desse alinhamento e do entendimento coletivo das boas práticas e dos melhores caminhos para que possamos apoiar de forma adequada as ações de Ciência, Tecnologia e Inovação”, destacou durante a abertura do evento. 

No decorrer do 62º Fórum do CONFAP aconteceu o encontro das assessorias jurídicas da FAPs, momento em que foram realizados ciclos de palestras que discutiram variados temas. “A troca de ideias entre os procuradores jurídicos, alimentada por situações práticas vivenciadas nos diversos estados, revelou-se um instrumento valioso para a construção de respostas assertivas e adaptáveis às peculiaridades de cada região”, salientou o procurador da Fapitec/Se, Armando Guimarães.

Além disso, o evento contou com a presença da Ministra de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações do Brasil (MCTI), Luciana Santos, do presidente do CNPq, Ricardo Galvão, do presidente da Finep, Celso Pansera, entre outras autoridades. O 62º Fórum Nacional do Confap teve o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da União Europeia, e da EURAXESS América Latina e Caribe.

Parceiros

Última atualização: 19 de dezembro de 2023 12:03.

Pular para o conteúdo