Governo de Sergipe debate políticas públicas para CT&I 

Conferência Estadual aconteceu nesta quarta-feira, 3 e é uma preparação para sistematizar contribuições para a conferência regional e nacional de ciência, tecnologia e inovação

Com o tema ‘Para um Brasil justo, sustentável e desenvolvido’, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), realizou nesta quarta-feira, 3, a Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação em Sergipe. O evento contou com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica de Sergipe (Fapitec/SE) e ocorreu no Hotel Sesc Atalaia, em Aracaju, objetivando debater iniciativas que fomentem o desenvolvimento científico e sustentável no estado. 

A realização da conferência também é uma preparação para sistematizar contribuições  para a Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação que acontecerá nos dias 2 e 3 de maio, em Pernambuco e, posteriormente, para a Conferência Nacional que acontecerá entre os dias 4 e 6 de junho, em Brasília. Tais conferências irão analisar os programas e os planos da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) 2016-2023, e os seus resultados, com vistas a propor recomendações para a elaboração da ENCTI 2024-2030, além de ações a serem executadas em longo prazo, com foco no crescimento e desenvolvimento do país. 

Durante a cerimônia de abertura, o secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, pontuou que a conferência visa contribuir com sugestões sobre as políticas de desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia sustentável. “Este evento fomenta a inovação, explora novos temas de pesquisa, fortalece as ciências básicas e transdisciplinares, e cria um ambiente favorável para que o Estado possa receber esses pesquisadores, com o grande apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia”, disse. 

Construção coletiva

A importância de criar um espaço de diálogo e colaboração entre diferentes setores da sociedade, incluindo academia, governo, setor privado e sociedade civil, foi ressaltada pelo representante do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, o secretário substituto da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Transformação Digital (SETAD), Hamilton José Mendes da Silva. “Com essas discussões a nível de Estado, a população vai recuperando a crença no poder transformador da ciência. O cidadão brasileiro precisa acreditar e ter informações que mostrem que o Brasil só se tornou uma potência, por exemplo, no setor agrícola, graças a muito investimento em ciência e tecnologia”, destacou o representante do Ministério. 

Para o secretário Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação, Júlio Filgueira, a ciência, tecnologia e inovação dizem respeito à construção de um Brasil soberano. “Falar destes temas significa falar de uma alicerce que deve constituir aquilo que pretendemos que seja a construção de um Brasil justo, sustentável e desenvolvido, como indica o tema central da conferência”, ressaltou.

O relator representante da conferência e diretor da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (Agitte-SE), Antônio Martins, agradeceu o convite e frisou a importância de discutir a ciência, tecnologia, inovação e desenvolvimento social com diversos agentes envolvidos no setor. “Esperamos que consigamos avançar no modal de desenvolvimento tecnológico, social e inovação aqui do estado. Que ao fim desse dia, a gente saia com muitas propostas que possam ser encaminhadas à Conferência Nacional”, afirmou.

“A discussão começa em estados e municípios e vai sendo consolidada em níveis regionais para que depois se consolide num documento nacional. As propostas, além de serem mais ricas e mais densas, terão muito mais credibilidade e potencial de sucesso, porque as pessoas que participam estão mais próximas dos problemas”, pontuou o presidente da Fapitec/SE, Alex Garcez. 

Programação

Após a cerimônia de abertura, o evento seguiu pela manhã com as discussões sobre quatro eixos temáticos: recuperação, expansão e consolidação do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação; reindustrialização em novas bases e apoio à inovação nas empresas; ciência, tecnologia e inovação para programas e projetos estratégicos nacionais; ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento social.

Já durante o período da tarde serão apresentados os tópicos discutidos em cada eixo, além do lançamento da agenda sobre a Lei de Inovação. Esse calendário definirá as reuniões e atividades para a reformulação e aprovação da referida Lei.

Presenças

Além das instituições já citadas, o evento contou com a presença de instituições como Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Tiradentes (Unit), Instituto Federal de Sergipe (IFS), Associação Sergipana de Ciência (ASCI), Empresa Brasileira De Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), Federação das Indústrias/Instituto Euvaldo Lodi, Federação de Escolas de Educação (Fenen), Hub Xingó de Inovação, Inova-SE e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac).

Instituições do governo além da Sedetec e Fapitec/SE também estiveram presentes, como Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), Agência de Desenvolvimento de Sergipe (Desenvolve-SE), Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Secretaria de Estado da Assistência Social, Inclusão e Cidadania (Seasic), Secretaria de Estado da Administração (Sead), Secretaria Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação (Seplan), Sergipa Gás (Sergas), Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem), Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres (SPM), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

Parceiros

Última atualização: 3 de abril de 2024 14:28.

Pular para o conteúdo