Governo de Sergipe bate recorde de investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação

Orçamento aplicado no último ano, por meio da Fapitec/SE, foi superior aos últimos nove anos, somando um quantitativo de mais de R$ 7.700.000

No último ano, a Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE) bateu recorde de investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) com um orçamento superior aos últimos nove anos, com recursos oriundos de Acordos de Cooperação Técnica, Convênios Federais e do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funtec), gerenciados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Em 2023, foram aplicados R$ 7.706.019,19 em pesquisas, programas e iniciativas inovadoras. Os dados são do Sistema de Gestão Pública Integrado do Governo de Sergipe (I-Gesp), operacionalizado pela Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de Sergipe (Sefaz/SE).

Segundo o presidente da Fapitec/SE, Alex Garcez, o feito é um reflexo da soma de esforços da Fundação pelo compromisso com o fortalecimento da cadeia produtiva de pesquisa e inovação em Sergipe. “Em razão desta conjuntura financeira, pudemos criar um cenário favorável para pesquisadores e bolsistas, por meio da execução de programas de fomento à ciência”, salientou.

O quantitativo do orçamento investido em CT&I em 2023 compreende os valores nominais, empenhados e aplicados nos programas conduzidos pela Fapitec/Se. De 2015 até hoje, a Fundação manteve uma média de R$ 6.280.600 anuais neste setor, obtendo no último ano o investimento mais expressivo.

Para o secretário da Sedetec, Valmor Barbosa, os investimentos no setor de CT&I são essenciais para o desenvolvimento, sobretudo de Sergipe. “A Fapitec exerce um papel fundamental no ecossistema de inovação em nosso estado e o aporte financeiro aplicado neste ano, em projetos de diferentes segmentos, só agregam para este cenário”, explicou.

Programas

Os recursos aplicados durante o ano de 2023 foram revertidos no lançamento de 23 editais, entre eles estão os programas de Pós-Graduação, Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti), Realização de Feira de Ciências, Apoio à Realização de Hackathons, entre outros programas de fomento à CT&I. Ao todo, a Fapitec junto a órgãos federais e estaduais promoveram quase 700 bolsas para estudantes de diferentes níveis de ensino, 232 auxílios à pesquisadores que possuem vínculos com unidades de ensino e pesquisa do estado e beneficiou 23 empresas que atuam no âmbito da pesquisa e da inovação.

Parceiros

Última atualização: 3 de janeiro de 2024 09:50.

Pular para o conteúdo