Fapitec lança programa de bolsas para alunos do ensino superior

Mais um edital de fomento à pesquisa entre alunos foi lançado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Trata-se do Edital do Programa de Bolsas Iniciação Científica (PBIC) e Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PBITI) em áreas estratégicas. O intuito do edital é convidar pesquisadores doutores vinculados às instituições de ensino superior e de pesquisa, a apresentarem propostas de orientações para alunos do ensino superior.

Os recursos para este projeto são oriundos do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funtec), por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), com valor total de R$ 480 mil, repassados integralmente à Fapitec.

Para o programa de iniciação científica (PBIC), foram disponibilizadas 80 bolsas. Já para o programa de iniciação tecnológica e inovação (PBITI), serão 20 bolsas. Ambos possuem foco em pesquisas que demonstrem potencial de aplicabilidade de resultados, no apoio à solução e ao conhecimento de problemas associados à área temática escolhida.

“Queremos despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, proporcionando ao bolsista a aprendizagem de técnicas e métodos científicos e tecnológicos, a fim de prepará-los para a pós-graduação e empreendedorismo”, informa o diretor-presidente da Fapitec, Ronaldo Guimarães.

Áreas temáticas e inscrições
Para o edital do Programa de Bolsas Iniciação Científica (PBIC) serão apoiados projetos inovadores nas seguintes temáticas: automação; big data; biotecnologia e genética; criogenia; blockchain; design; eletroeletrônica; geoengenharia; inteligência artificial e machinelearning; internet das coisas (iot); manufatura avançada e robótica; mecânica e mecatrônica; nanotecnologia; química e novos materiais; realidade aumentada; realidade virtual; segurança, privacidade e dados; tecnologia social; e tecnologia da informação (ti), telecom.

Já no Edital do Programa de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação (PBITI), serão apoiados projetos inovadores que tenham suas soluções aplicadas aos setores: administração pública; aeroespacial; agronegócio; automotivo; bens de capital; borracha e plástico; cerâmica; comércio e varejo; construção civil; construção naval; economia criativa; economia do turismo, gastronomia, eventos e lazer; educação; elétrico e eletrônico; energia; fabricação de alimentos e bebidas; farmoquímico e farmacêutico; financeiro; jurídico; madeira e móveis; marketing e mídias; meio ambiente e bioeconomia; mercado imobiliário; metal-mecânico e metalurgia; mineração; papel e celulose; pesca e aquicultura; petróleo e gás; químico; saúde e bem estar; segurança e defesa; social; tecnologia da informação e telecomunicações; têxtil, confecção e calçados; e transporte e logística.

Apesar do lançamento do projeto ter acontecido neste momento, o período para envio das propostas começa apenas no dia 01 de agosto e vai até o dia 20 de setembro. Posteriormente, a Fundação realiza o julgamento das propostas, com o resultado final sendo divulgado no dia 7 de novembro. “Temos uma janela de tempo ampla neste edital, o que poderá proporcionar mais tempo para orientadores e estudantes se prepararem e submeterem suas propostas”, completa Ronaldo Guimarães.

Informações adicionais sobre o Edital podem ser obtidas junto à Diretoria Técnica da Fapitec, através da Coordenação do Programa de Apoio e Fomento à Ciência e Tecnologia (Proaf), pelo e-mail bolsaspbic@fapitec.se.gov.br (para o PBIC) ou pelo e-mail proint@fapitec.se.gov.br (para o PBITI), ou pelo telefone (79) 3259-3007.

Parceiros

Última atualização: 14 de março de 2022 11:18.

Pular para o conteúdo